Transplante Capilar

voltar

O Centro Avançado de Transplante Capilar é a pioneira na realização do transplante capilar em Teresina e no estado do Piaui também oferecendo seus serviços para pacientes de São Luís – Maranhão e Belém – Pará.

+A Calvície

Há muitas causas para queda de cabelos em homens e mulheres porém na esmagadora maioria dos homens calvos a causa é a alopecia androgenetica hereditária, habitualmente conhecida como calvície de padrão masculino.

Para que esse tipo de calvície ocorra é necessária a presença do hormônio Dihidrotestosterona (DHT) em um homem geneticamente susceptível, na qual resulta em miniaturização dos folículos.


Ação dos metabolitos da testosterona resultando em miniaturização dos folículos

Da mesma forma, a maioria das mulheres que sofre de perda de cabelo é portadora de calvície hereditária de padrão feminino.

Essa forma clínica ainda está em estudos mas a influencia hormonal na calvície hereditária feminina pode ser diferente do mecanismo encontrado na calvície hereditária masculina.

As causas menos comuns para perda de cabelos, incluem doenças da tireóide, deficiência de Ferro, surtos de febre alta, cirurgia ou anestesia geral, dietas de grande restrição alimentar, parto, doenças auto-imune , alguns medicamentose stress.

As perdas devido a essas patologias podem ser reversíveis após tratamento clínico. Há também certas doenças dermatológicas do couro cabeludo que podem resultar em perdas permanentes ou temporárias de cabelo tais como lupus, líquen plano e alopecia areata.

É vasta a coleção de mitos a respeito da calvície: A perda de cabelos NÃO é causada por má circulação, folículos entupidos, lavar a cabeça com freqüência, uso de chapéu ou capacete ou infestação por ácaros.

É importante lembrar que a maioria dos adultos perde 75 a 125 fios de cabelo todos os dias devido ao processo natural por meio do qual algumas raízes de cabelo passam para um estado dormente (telógeno) enquanto outras raízes estão despertando desse estado e dando início ao brotar de novos cabelos (fase anágena).

Enquanto esse processo permanecer equilibrado o número de fios de cabelo no couro cabeludo permanece constante.

Outro fator para perda de cabelo é o estresse, considerado fator de aceleração da calvície geneticamente já programada.

A tendência para a calvície masculina e feminina é herdada geneticamente de ambos os lados da família e começa a se manifestar após a puberdade. As raízes geneticamente susceptíveis à alopecia androgenética (geralmente nas entradas e na coroa) começam a diminuir de tamanho produzindo cabelos com o diâmetro cada vez menor e mais curto a cada “ciclo de vida” de 3 a 5 anos até eventualmente desaparecerem.

O cabelo da parte posterior e lateral da cabeça da maioria dos homens é habitualmente “cabelo geneticamente permanente”, destinado a permanecer para o resto de sua vida, são estes os fios utilizados no transplante que levam consigo esta característica , sendo portanto o transplante capilar definitivo.

+Tratamentos Clínicos

Os únicos tratamentos clínicos aprovados pelo FDA, órgão americano responsável pela liberação de medicamentos, nos casos de alopecia androgenetica, são o minoxidil e a finasterida. O minoxidil acredita-se que estimule o crescimento capilar devido a suas propriedades vasodilatadoras, ao passo que a finasterida, atue inibindo o metabolito da testosterona responsável pela calvície. No entanto, as vias que determinam a calvície são complexas e parcialmente compreendidas, sendo que em alguns casos obtém-se uma respostas parcial  ao tratamento medicamentoso. Atualmente, a terapia medicamentosa é um adjuvante importante antes e após o transplante capilar, estabilizando a calvície e acelerando o crescimento capilar.

+Tratamento Cirúrgico

O tratamento cirúrgico da calvície, nos casos indicativos de cirurgia , vem evoluindo a passos largos ao longos dos anos , sempre em direção ao caminho da naturalidade e densidades máximas. Todas as técnicas realizadas na nossa clinica utiliza o princípio das unidades foliculares , que ficaram conhecidas popularmente como técnica fio a fio , resultando em naturalidade , uma vez que transplantamos os fios de cabelos conforme eles nascem no couro cabeludo.(clique no link técnica F.U.T para mais informações). As técnicas cirúrgicas podem ser divididas em três categorias : F.U.T (Follicular Unit Transplantation) ,F.U.E(Follicular Unit Extraction) e mistas.

A técnica F.U.T ouSTRIP consiste na na retirada através de incisão de uma faixa de couro cabeludo da região occipital , resultando em uma cicatriz linear praticamente impercepta com a utilização das suturas tricofiticas. Essa faixa e posteriormente levada aos microscópios onde as unidades são dissecadas uma a uma . Os fios dissecados na faixa podem ser utilizados curtos ou longos.(técnica do preview long hair).

Fotos da cicatriz e fios (nomear foto-1)

A técnica F.U.E e a técnica na qual se retira os fios diretamente do couro cabeludo , sem a necessidade de corte linear , portanto praticamente sem cicatrizes.

Uma outra opção nos casos de gigas sessão e utilização das técnicas F.U.T e F.U.E combinadas, resultando em mais densidade nos casos indicados.

+Técnica F.U.T ou STRIP


AVALIAÇÃO PRÉ-OPERATÓRIA

Ao longo de minha pratica clinica tenho observado que muito pacientes preocupam-se incialmente apenas com a quantidade de cabelos a serem implantados , isso deve-se em parte a falsa promessa de maus profissionais , que no afã de ludibriar o paciente lhe oferece resultados não realísticos. A quantidade de fios a serem transplantados dependem de vários fatores , idade do paciente , elasticidade da área doadora , grau de calvície , condições clinicas , características do cabelo e densidade de unidades foliculares ,entre outras.Antes de tomarmos a decisão de realizar o transplante capilar o paciente e avaliado para determinação do grau de calvície(classificação de Norwood) e para identificar-se possíveis causas reversíveis de alopecia.

Classificação de Nowoord para calvície

Avaliação do couro cabeludo e discussão de suas características com paciente

Pacientes com fios grossos , crespos e com alta densidade são aqueles que apresentaram maior volume no resultado final da cirurgia .As implicações disso são matemáticas , se consideramos o fio de cabelo como um cilindro e que o volume do mesmo é proporcional ao cubo do raio, chegaremos a conclusão que esta característica e imprescindível para o resultado final. Além disso existem paciente que apresentam baixa densidade na área doadora occipital(<40 unidades foliculares /cm² ), sendo candidatos ruins ao transplante capilar .

Avaliação da densidade na área doadora , passo fundamental na determinação da quantidade de fios a serem transplantados.

Além da densidade , outra importante característica é a elasticidade do couro cabeludo . Um paciente que apresente uma boa elasticidade de couro cabeludo na região occipital , com um grande grau de calvície e alta densidade (cerca de 80 unidades foliculares /cm²), podemos retirar uma faixa de couro cabeludo de cerca de 30cmx2cm ou seja 60cm². Ora se a densidade da área doadora é de cerca de 80 unidades /cm² e temos uma área retirada de 60cm², então teremos cerca de 4800unidades foliculares(80x60cm²), e se temos em media cerca 2,3 fios por unidade folicular teremos transplantado cerca de 11040 fios(2,3×4800).Considerando a elasticidade da região occipital variável e densidade também , chegamos a conclusão que a quantidade de fios a serem transplantados é extremamente variável de paciente a paciente , alertando que se forem retirados quantidades exageradas de área doadora isso poderá resultar em cicatrizes inestéticas e aparentes.

Outro passo importante na avaliação pré- operatória é determinação da linha anterior do cabelo, deve sempre ser lembrado ao paciente que a calvície é um processo evolutivo , portanto com tendência natural ao retrocesso da linha anterior do cabelo , e que tentar restaurar a linha anterior do cabelo que o paciente , por exemplo , de 60 anos possuía quando tinha 20 anos e impossível pois demandaria uma quantidade de fios que não possuímos na área doadora.

Fotos clássicas de Lenin demosntrando o retrocesso da linha anterior do cabelo ao longo dos anos.

Marcação da linha anterior do cabelo , linha anterior irregular.

Marcação da linha anterior do cabelo , linha anterior irregular.

Avaliação da densidade por cm2 e caracteristicas das unidades

Avaliação da densidade por cm2 e caracteristicas das unidades


A CIRURGIA

Inicialmente é feita uma marcação da área a ser implantada e da área doadora. O paciente acompanha e pode opinar.

O paciente é admitido no centro cirúrgico em jejum. O anestesista faz a punção venosa e o paciente é sedado e monitorado para que não sinta a anestesia local a ser administrada.

É realizada uma anestesia local na região posterior do couro cabeludo, área doadora e o fragmento de couro cabeludo doador é retirado. É fechada a região, juntando o couro cabeludo com cabelos acima e abaixo da incisão. Escondendo a cicatriz.

Área doadora

Cicatriz impercepta no pós operatório.

Área da região occipital sendo retirada para produção de “sliveres”.

O fragmento de couro cabeludo doador é levado aos microscópicos estereoscópicos que ampliam a imagem, permitindo a visualização perfeita dos folículos capilares Unidade folicular (UF) é o agrupamento de folículos, glândula sebácea e músculo eretor do pêlo que ocorre naturalmente no couro cabeludo. Com o uso de microscópios estereoscópicos separamos a UF e preparamos para serem reimplantadas. O verdadeiro Transplante capilar descrito como FUT(FOLLICULAR UNIT TRANSPLANTATION) na qual fornece um resultado estético natural e descrito com autilização de microscópios , para otimização dos dos fios em termos de quantidade e qualidade.

Ali são separadas primeiramente tiras finas com apenas uma fileira de unidades foliculares, denominadas de sliveres, que seram separadas na forma de unidades foliculares.

Hoje contamos com uma equipe especializada e com 8 microscópios estereoscópios de ultima geração para o preparo das unidades foliculares.

Unidades foliculares de um e dois fios respectivamente.

Unidades foliculares de 3 fios e com fios longos.

As Unidades foliculares produzidas são colocadas em placas com solução resfriada com a finalidade de diminuir o metabolismo, assim otimizando a vitalidade das mesmas e e o resultado final da cirurgia.

Unidades foliculares produzidas sendo colocadas em solução resfriada.

Enquanto estão sendo preparadas as unidades foliculares é feita a anestesia local na área receptora do transplante e são feitos os orifícios com microlâminas importadas especias, escolhidas conforme a espessura das unidades foliculares, e implantados as unidades automaticamente (stick and place ) Estes orifícios acompanham exatamente a direção e angulação dos cabelos normais existentes na região.

Colocação das unidades foliculares com microlaminas e lupa de aumento de6x

Colocação das unidades foliculares com microlaminas e lupa de aumento de6x

Colocação das unidades foliculares com microlaminas.

Colocação das unidades foliculares com microlaminas.

Uma vez prontos os orifícios é iniciada a implantação das unidades foliculares através de piças delicadas. Os cabelos já são implantados com 1 a 1,5cm de comprimento para seguirmos inclusive a angulação dos fios.

Ao termino da cirurgia são utilizados curativos na área operada.

 

PÓS-OPERATÓRIO

Após o termino da cirurgia e nos casos indicados é realizado um curativo no couro cabeludo. No dia seguinte após a cirurgia o curativo e retirado e a lavagem do couro cabeludo é realizado na clinica pela equipe e são dados as informações importante de como realizar tal procedimento em casa e cuidados gerais . E muito comum após a cirurgia alguns pacientes apresentarem graus variados de edema peri orbitário que regridem espontaneamente dentro de poucos dias . Além disso , ocorrem formações de crostas que por volta do vigésimo ao trigésimo dia de pós operatório caem junto com os fios , sendo que o bulbo e as células tronco permanecem e iram crescer a partir do primeiro mês de cirurgia.

Formação de crostas no período pós operatório.

Os pontos vermelhos representam irritação do couro cabeludo quando inicia-se o processo de crescimento capilar.

Após a queda dos cabelos , os mesmos entram em uma fase de repuso, voltando a crescer a partir do terceiro mês .Com o intuito de acelerar o crescimento do fios transplantados ssao realizados estímulos com laser e uso de medicamentos , minoxidil a partir do vigésimo dia de cirurgia.

Utilização do infra-red para estimulação do crescimento capilar em fase pós operatória

Utilização do comb hair laser no pos operatório para estimulo do crescimento folicular.

Com o crescimento dos cabelos e comum ocorrer a irritação do couro cabeludo com formação de cistos que regridem de maneira espontânea com a utilização de shampoos especias.

Os fios de cabelos crescem a partir do terceiro mês com uma velocidade de 1cm por dia sendo que o resultado começara a ser observado a partir do sexto mês , onde fios de aspectos mais delicados, outros mais crespos , vão crescendo e adquirindo as caracteristicas normais finasi por volta de 1 ano após a cirurgia.

 

Poderá ocorrer formação de cistos durante o processo de crescimento capilar , que se resolvem espontaneamente ou com uso de shampoo especifico.

Poderá ocorrer formação de cistos durante o processo de crescimento capilar , que se resolvem espontaneamente ou com uso de shampoo especifico.

Pré-operatorio

Pré-operatorio

Evolução com 1 mês

Evolução com 1 mês

Evolução com 2 meses

Evolução com 2 meses

Evolução com três meses

Evolução com três meses

Evolução com 4 meses

Evolução com 4 meses

Seis meses de pos operatorio

Seis meses de pos operatorio

Poderá ocorrer a formação de edema Peri orbitário , a partir do terceiro dia de pós operatório, resolvendo –se espontaneamente nos dias seguintes.

Poderá ocorrer a formação de edema Peri orbitário , a partir do terceiro dia de pós operatório, resolvendo –se espontaneamente nos dias seguintes.


GIGASESSÃO

Em casos selecionados e possível realizar transplante acima de 3000mil(6000a 12000 fios) unidades foliculares conhecidos como gigassessões.

Antes e depois de 6meses de uma gigassessão.

 

+Técnica do Fio Longo (Preview Long Hair)

A técnica do fio longo trata-se de uma variação da técnica F.U.T ou Strip na qual se utiliza os fios da área doadora longos , o que permite visualização previa da densidade e otimização da colocação dos fios .A evolução cirúrgica e a mesma da técnica clássica.

Pré-operatório

Pré-operatório

Pós-operatório Imediato

Pós-operatório Imediato

Evolução após 6 meses

Evolução após 6 meses

 

+Técnica FUE (Sem Cortes)

A técnica F.U.E (FOLLICULAR UNIT EXTRACTION) e uma técnica na qual os fios de cabelo são retirados diretamente do couro cabeludo por meio de micro punchs sem a necessidade de uma incisão ou corte na região doadora (área occipital ).A cirurgia e realizada com anestesia local e sedecao tal como na técnica F.U.T. A grande vantagem dessa técnica e que não existira cicatriz linear na região doadora e os locais de incisão dos micro punchs são praticamente imperceptíveis. A cicatrização da área doadora e extremamente rápida , permitindo ao paciente retorno imediato a suas atividades diárias. Com a utilização de implanters de ultima geração , a técnica possui naturalidade impressionante . a técnica no entanto e mais demorada que a técnica tradicional ,custo mais elevado ,retira menor numero de fios por sessao e mais bem indicada para pacientes com áreas menores , que não desejam cicatrizes , com histórico de cicatriz queloide , ou aqueles que após varias sessões da técnica FUT possuem mais área doadora na região occipital, uma vez que com técnica FUE abriu-se um leque de áreas doadoras que antes não eram possíveis , tais como barba , região peitoral e outras áreas do couro cabeludo.

Retirada das unidades foliculares

Retirada das unidades foliculares

Extração das unidades foliculares

Extração das unidades foliculares

Extração das unidades foliculares

Extração das unidades foliculares

Colocação das unidades foliculares em implanters de ultima geração para serem transplantadas

Colocação das unidades foliculares em implanters de ultima geração para serem transplantadas

Transplante das unidades foliculares.

Transplante das unidades foliculares.

Transplante das unidades foliculares com densidade máxima.

Transplante das unidades foliculares com densidade máxima.

Aspecto de área doadora três dias apos a retirada das unidades foliculares, cicatrizes imperceptas

Aspecto de área doadora três dias apos a retirada das unidades foliculares, cicatrizes imperceptas.

Fios implantados com densidade máxima por centímetro quadrado

Fios implantados com densidade máxima por centímetro quadrado

 

 

+Técnica Mista

A associação das duas técnicas e hoje factível , permitindo ao paciente a realização de um transplante capilar com mais unidades foliculares implantadas em uma única sessão , com aumento médio do numero de fios de cerca de 30-40 % ,preservando ainda áreas para realização de novas sessões no futuro.

Técnica mista : associado retirada da faixa(strip) com retirada de fios com micro punchs (FUE).

Técnica mista : associado retirada da faixa(strip) com retirada de fios com micro punchs (FUE).

+Fotos e Depoimentos

O transplante de cabelos / Implante Capilar / Transplante Capilar é uma cirurgia que vem beneficiando inúmeras pessoas, homens e mulheres, que estão desenvolvendo uma calvície ou que já estão calvos.

Por determinação do CRM (Conselho Regional de Medicina) não é mais permitido fotos de “Antes e Depois” em publicações e na internet. Portanto solicitamos a compreensão de nossos visitantes pela retirada das mesmas.

As fotos serão apresentadas em consulta de avaliação, nossa técnica é a mesma empregada pela International Society of Hair Restoration Surgery, poderá acessar e ver fotos no seguinte link: International Society of Hair Restoration Surgery

Ir ao topo
© 2015 CENTRO AVANÇADO DE TRANSPLANTE CAPILAR - Todos os Direitos Reservados.
Teresina - Piauí | São Luís - Maranhão | Belém - Pará